Turma da Mônica Wiki

Estamos sempre precisando de mais ajuda em nossos artigos. Se você é grande fã da Turma da Mônica Jovem e do Chico Bento Moço, ficaríamos muitos felizes que pudesse nos ajudar a catalogar muito mais sobre.

Faça parte você também. Crie sua conta hoje mesmo e contribua!

LEIA MAIS

Turma da Mônica Wiki
Advertisement

Bairro do Limoeiro é o local onde se passam a maioria das histórias da Turma da Mônica e onde os principais personagens moram.

Descrição[]

Bairro do Limoeiro

"Aqui jaz planos e coelhadas!"

Não se sabe ao certo o tamanho definido do Bairro do Limoeiro. Sua paisagem geralmente é composta por campos com gramíneos, moitas, árvores, pedras e várias casinhas espalhadas, apesar de em algumas histórias serem mostradas ruas asfaltadas e grandes prédios no bairro. Praticamente, tudo pode ser encontrado no bairro, desde barrancos até abismos e riachinhos. Portanto, provavelmente ele não é uma área plana. É possível, ainda, encontrar placas de rua em locais inusitados. Por exemplo: Na história Patins... Pra Mim?, a Mônica cai próxima a uma placa de sinalização, no meio do campinho, longe de qualquer estrada. O Bairro também é marcado por diversos eventos incomuns e sobrenaturais que resultam nas diversas aventuras dos habitantes. Em Turma da Mônica Jovem, já foi contextualizado que isso ocorre devido a região estar disposta sobre uma das Linhas de Ley.[1]

História[]

A área limoense compreende-se onde um dia foi a Aldeia de Lem. O "Dia da Goma de Mascar" foi inventado após uma rachadura na represa do bairro ter sido remendada por um chiclete, na década de 1920.[2] Sabe-se que em 1954, constatado pelo Franjinha em uma viagem no tempo,[3] houve uma revolução das marmotas rebeldes com as noivas de picaretas.[4][5] Foi à partir daí que um sistema de túneis subterrâneos foi criado por debaixo dos distritos da cidade, incluindo o Limoeiro.[6] Até trinta anos antes das crianças nascerem, o antigo nome do bairro era "Tamarindeiro",[7] localizado próximo de uma extensa floresta de mata fechada, que guarda lendas arraigadas na região. O local possuía enormes árvores frutíferas, como a "Velha Mangueira", derrubada uma vez por uma coelhada em cima da casa do Seu Xavier.[8] Em algum momento, a família Frufru se estabeleceu no espaço e reascendeu o status da área limoense com sua marca de grife. Se localiza próximo ao Bairro das Pitangueiras.

Espaço[]

Segundo a história "Tóim & Pof", (numa paródia da série Twin Peaks) o Bairro do Limoeiro possui 51.201 habitantes.[9]

Panorama do Bairro do Limoeiro e o resto da cidade
Panorama do Bairro do Limoeiro e o resto da cidade. (Ver imagem completa)

Galeria[]

Localidades[]

Posses[]

Endereços[]

Ruas do Bairro do Limoeiro

Bairros vizinhos[]

Bastidores[]

Criação e desenvolvimento[]

Seu nome é baseado em um bairro do município de São Paulo chamado "Bairro do Limão", mas Mauricio de Sousa afirmou que se inspirou no bairro do Cambuí, em Campinas, para criá-lo. Isso leva a considerar que o Bairro do Limoeiro seja, provavelmente, localizado em uma cidade do estado de São Paulo.

Localização[]

Rolo e Toneco de moto em Cebolinha n241

Rolo e Toneco dão uma volta de moto no Morro da Coruja (em Cebolinha Nº 241 (Editora Globo), "Essa motoca é de enfeite?", 2006).

O mais provável, para consistência da "Revista Turma da Mônica" e suas coleções, é que o bairro esteja situado na cidade de Estrela Nova, cenário das histórias da Tina.[10] Essa teoria se baseia na interação entre os personagens das duas turmas: Rolo namorou uma tia da Magali,[11] Pipa já cuidou do Cebolinha e do Cascão,[12] e outros exemplos.

Na história "Distribuindo Amor", Xaveco diz a Mônica e para a Denise que estava voltando de uma viagem que fez até a capital, o que confirma que o Bairro do Limoeiro não é localizado na capital do estado, mas numa cidade interiorana/litorânea, o que não descarta a possibilidade de ser uma cidade considerada de grande porte, ou seja, com mais de 500 mil habitantes. A cidade onde o bairro se localiza pode ser inclusive fictícia (como Sococó da Ema, por exemplo).[13]

Referências

  1. TMJ III N° 35Linhas de Ley
  2. Cascão Nº 397 (Editora Globo)Dia da Goma de Mascar
  3. Mônica Nº 239 (Editora Globo) – Que Fim Levou o Sansão?, Pág. 17 (quadrinho 3)
  4. Mônica Nº 181 (Editora Globo)O Livro de Fofocas do Cebolinha (Setembro de 2001)
  5. Cebolinha Nº 51 (Editora Panini)Primeiro de Abril (Abril de 2011)
  6. Mônica Nº 43 (Editora Panini) - Conspiração Denisigual, Pág. 25 (quadrinho 6)
  7. Cebolinha Nº 33 (Editora Globo)Festival do Dia do Bairro do Tamarindeiro (Fevereiro de 2004)
  8. Turma da Mônica Nº 42 (Editora Panini)A Mangueira do Limoeiro (Outubro de 2018)
  9. Parque da Mônica Nº 9 (Ed. Globo)Tóim & Pof, Setembro de 1993 (arquivo)
  10. Planos, Amigos & Vida Nova! (Nº 31, Abril de 2014)
  11. Cebolinha Nº 7 (Ed. Globo) – Ana Fátima, Garota Boa de Garfo (Julho de 1987)
  12. Cascão Nº 316 (Ed. Globo) – Zumba! (Fevereiro de 1999)
  13. Mônica nº 29, Segunda Série da Panini, ano de 2017
Advertisement