Turma da Mônica Wiki

Estamos sempre precisando de mais ajuda em nossos artigos. Se você é grande fã da Turma da Mônica Jovem e do Chico Bento Moço, ficaríamos muitos felizes que pudesse nos ajudar a catalogar muito mais sobre.

Faça parte você também. Crie sua conta hoje mesmo e contribua!

LEIA MAIS

Turma da Mônica Wiki
Advertisement

Jeremias é um talentoso e sonhador personagem da Turma da Mônica, renomado pela sua perspicácia, fome de aprender e pelo seu estilo desenrolado. É um dos mais antigos personagens de Mauricio de Sousa, criado junto com seus parceiros de chuteiras: Manezinho, Titi e Franjinha (a famosa e descolada Turma do Bermudão), no ano de 1960. Com seu eterno bonezinho vermelho, o Jeremias brinca, briga e às vezes corre da Mônica como todo mundo da Rua do Limoeiro, mantendo sua boa infância feliz.

Características e traços[]

Jeremias em 'O Contador de Histórias'

Jeremias, o explorador!

O Jeremias é uma das crianças mais criativas que habita os quadrinhos, inventando novas formas de resolver seus próprios problemas ou de se encontrar no mundo. Extremamente habilidoso, é um ótimo escritor, cheio de aptidões, imaginativo, bom nos esportes e ama música (sabe tocar violão). Ele faz parte de uma garotada bom de papo, junto com seus melhores amigos, e ganhou o apelido de "Jerê". Jeremias odiava ter seu boné, herança de seu avô, arrancado,[9] na esperança de sempre esconder o fato de ser meio carequinha, uma vergonha na qual seus orgulhosos pais nunca entenderam o motivo, por sempre instruírem o Jeremias a gostar dele do jeitinho que ele é. Deveras isto, tal aspecto de sua vida foi perdendo espaço para a presença de um valoroso garoto preto. Adora um diálogo 'aí ', 'qualé', 'tipo assim'..., representando o fato de estar sempre ligado com o que acontece no mundo e a modernidade.

Biografia[]

Jeremias Tirando a Fralda

Jeremias bebê em "Tirando a Fralda" (Parque da Mônica 6 Globo).

"Pele"[]

Jeremias é um dos melhores alunos da classe. No meio do ótimo convívio com seus pais, as amizades no colégio e as leituras no mundo dos super-heróis, ele acaba vivenciando o preconceito pela cor de sua pele. Nada foi tão pesado e agressivo que ele não tirava de letra depois desse contato com o racismo.

Eis que por pura falta de sensibilidade, a professora da turma, apresenta um trabalho, o dia das profissões! E de forma descabida e sem a menor sutileza, ela escolhe para o pequeno Jeremias uma profissão diferente do que o garoto gostaria, afinal, ele é fã do famoso Astronauta da BRASA, por que ele não poderia ser um viajante das galáxias?

Essas perguntas não são respondidas de forma coesa para o garoto, que precisa engolir a seco a escolha feita pela professora. É ai o primeiro contato intenso do pequeno herói com o famigerado racismo, afinal, ele é preto, só lhe resta a profissão de pedreiro. E qual o problema nisso? Nenhum, inclusive, o avô de Jeremias desempenhou essas função por anos, e envia uma caixa para ajudar na indumentária do pequeno. Neste momento, temos o vislumbre de um companheiro muito presente na estética da personagem, algo que é sua marca registrada e como esse simples objeto ganha força com a carga emocional por trás de sua origem.

"Alma"[]

Bastidores[]

Criação e desenvolvimento[]

Evolução do Traço Jeremias Facebook Salvat

Evolução do visual do Jeremias.[10]

Criado por Mauricio de Sousa, apareceu na primeira edição da revista Zaz Traz, fevereiro de 1960, na historinha "Um Rapaz de Outro Mundo", onde elogia, junto com o Titi e o Manezinho, o capacete criado pelo Franjinha. Em 17 de março de 1960, estreou junto com os meninos a revista "Bidu", da Editora Continental, que popularizou a Turma da Mônica – na época, era pintado completamente com naquim, totalmente preto. O personagem foi criado com características do chamado blackface, um estilo de desenho usado para retratar personagens negros de forma exagerada com origens no teatro. O termo deriva das maquiagens usadas por atores caucasianos que interpretavam personagens pretos, algo que é visto como uma caracterização racista.[11][12] Ao longo dos anos, Jeremias perdeu essas características, assim como personagens pretos de outra publicação da Maurício de Sousa Produções, a Turma do Pelezinho, inspirada no jogador Edson Arantes do Nascimento.[13][14]

Com o tempo, foi aparecendo na revista da "Mônica", pela Editora Abril, e mantendo o rostinho fixo até hoje. O fato de ser o primeiro personagem preto da Turma da Mônica, e um dos únicos fixos, demostra o poder que sua história participativa nos quadrinhos infantis formulou uma diversa representatividade. Com seu desenvolvimento militante, foi ganhando mais espaço, como no novo título lançado pela Editora Panini, em 2009, que estilizava um álbum da trilogia especial que homenageava os cinquenta anos da carreira de Mauricio de Sousa, por 50 artistas, idealizado pelo editor e jornalista Sidney Gusman.[15] No ano seguinte, Jeremias ganha uma história solo no segundo álbum da trilogia produzida pelo quadrinista André Diniz.[16]

Jeremias na Graphic MSP - Alma

Por Jefferson Costa.

Em novembro de 2011, durante o Festival Internacional de Quadrinhos realizado em Belo Horizonte, Sidney Gusman anunciou quem em 2012, seria lançada a linha "Graphic MSP", uma série de graphic novels, diferente dos álbuns da série MSP 50, as graphic trariam histórias fechadas contendo 72 páginas.[17] Em 2016, durante a Comic Con Experience, foi anunciado que Jeremias ganharia seu primeiro título solo,[18] uma Graphic MSP por Rafael Calça (roteiro) e Jefferson Costa (desenhos),[19][20] dois autores pardos.[21] Em 2017, o título da graphic novel foi anunciado, Jeremias - Pele.[22] Lançada em abril de 2018, a décima oitava graphic novel da linha Graphic MSP aborda um tema nunca antes explorado no personagem: o racismo, com o personagem lidando com a injúria racial, recheada de dor, superação, aprendizado e preparação para a vida, contou com o prefácio do rapper Emicida.[19]

Em janeiro do ano seguinte, mais uma história de um personagem preto da "Turma da Mônica" escrita por Rafael Calça, dessa vez para uma revista mensal. A personagem em questão é Milena, a primeira menina negra protagonista da Turma da Mônica, que estreou em 2017.[23][24] Em homenagem ao quadrinista Graciano, que trabalhou no estúdio de 1966 a 2016,[25] o avô do Jeremias recebe o nome de Graciano.[26]

Relacionamentos[]

Franjinha (melhor amigo)[]

Jeremias e Franjinha Aperto de mão do Jeremias e Franjinha em "Contato", 2022
Retrato.
Aperto de mão especial.

Os dois se conhecem desde pequenos, antes mesmo da Mônica começar a pegar o Sansão para arremessar no Cebolinha. Franjinha sempre morou no Bairro do Limoeiro, e Jerê, após se mudar com seus pais, passou a conhecer o rapazinho nas idas pelo campinho para jogar bola, vendo de longe o pequeno cientista se atrapalhar em suas invenções loucas criadas no laboratório de sua casa. Franja sempre foi o cara certinho, "careta" e o gênio à-moda-antiga. É o preferido na feira de ciências que atuava como "líder por imposição" da turma do Bermudão (em que Titi e Manezinho fazem parte), por conta do seu alto grau de maturidade e a forma dele lidar com problemas, mas quando o Jeremias apareceu, viram que não é exatamente verdade, pois a vontade que o Franjinha tinha de dar ordens não condizia com a personalidade do garoto (sempre influenciado e de coração mole).

Diferente do Jeremias, impositivo e com presença (um pouco petulante e presunçoso, é verdade, mas cheio de encantos que agradam todos em sua volta), se mostrou uma grande ameaça ao Franjinha de início: se inteligência fizesse juz ao papel de liderança, Jeremias também seria, pois é extremamente inteligente (até mais que o Franja). Além de ser curioso e aventureiro, ama se arriscar. Os dois se uniram pelas características em comum. Apesar de Jerê preferir a vida atlética e da escrita como projeto de vida, sua chegada abalou a supremacia de Franjinha, como se fosse o novato querendo ganhar espaço, gerando uma rivalidade e conflito, que deu espaço ao companheirismo, que se alimenta a cada dia nessa relação que dura anos a fio!

Galeria[]

Curiosidades[]

  • Na história "Cavaleiros do Horóscopo", ele é do signo de Leão.[27] Mais tarde, em "O Aniversário dos Signos", seu signo é Aquário.[28] (Curiosamente, ao Franjinha aconteceu o inverso.)
  • Na história "A Influenciável" [29] Jeremias menciona que tem um tio que é brigadeiro e que este tio mora em Bauru (brigadeiro é o equivalente na Aeronáutica ao general no Exército e ao almirante na Marinha).
  • Jeremias quer ser Astronauta quando crescer[30]
  • Jeremias se declara evangélico.[31]
  • Na história "Segue o Líder" é mostrado que Jeremias estuda na mesma classe que Titi, Franjinha e Manezinho. Agnes (uma das Meninas do Bairro das Pitangueiras) e Bloguinho também são seus colegas de classe. [32]
  • Jeremias já ganhou de presente de Natal um pandeiro, ficando muito feliz ao ganhar o instrumento musical. Isso indica que ele seja fã de Samba (e talvez de seu subgênero Pagode) [33]
  • O time oficial do Jeremias é o Flamengo.[34][35][36][37] Mas também houve ocasiões onde ele foi visto torcendo para o Santos[38][39][40], o Bahia,[41] e o Corinthians.[42]
Jeremias sem lábio, 'Cascão 84' (Editora Panini, 2013)

Jeremias sem lábios, com o Titi2013.

  • De dezembro de 2013 a abril de 2016, Jeremias apareceu sem os seus lábios carnudos, uma marca registrada do personagem (observado na imagem da seção).
    • O motivo de tal repaginação no visual dos personagens pretos e pardos, ocorrendo também com o Pelezinho, o Cana Braba e o Teófilo, foi por questões polêmicas levantadas por coletivos do movimento popular "negro", que comentavam que os traços negróides – como o tamanho do nariz e da boca proeminente –, alimentava estereótipos ainda mais caricatos, que ofendiam a imagem da negritude.[43] A Mauricio de Sousa Produções reestudou o desenho com a justificativa de torná-lo mais moderno, atualizado e universal. Após críticas dos leitores, de verem como descaracterização, ele voltou a aparecer com lábios, a partir dos gibis de maio de 2016.
  • Segundo a história "Você Sabia Que o Cebolinha Não Sabia Assobiar?", Jeremias tem "mais que 8" anos.[44]
  • Na história "Tira o Boné, Jeremias!", ele revela que o boné que sempre usa era de seu avô, que lhe deu como uma recordação de seu carinho e da ternura, e que por isso ele não gosta de tirá-lo (e não por vergonha da careca, como Dudu imaginou).[45]
    • Entretanto, numa história mais antiga ("Paixão ou Gozação?"), Jeremias havia dito à Mônica que usava boné por ser quase careca.[46]
    • De qualquer maneira, o fato dele ser careca nunca incomodou a Turma. Uma vez que ele costuma aparecer sem o boné em alguns momentos e ninguém se importa.

Referências

  1. Magali 1ª Série Nº 3 (Ed. Panini)Nome ou Apelido?, Março de 2007
  2. É dito em Mônica Nº 137 (Ed. Globo)Farinha e Ovo, Pág. 14 (quadrinho 1) (Abril de 1998) que Jeremias faz aniversário em Janeiro. Posteriormente, em Mônica Nº 175 (Ed. Globo)O Aniversário dos Signos (Parte II) (Março de 2001), é estabelecido que ele é do signo de Aquário (21/Jan - 19/Fev).
    Note entretanto que essas duas histórias possuem algumas contradições entre si: na primeira, Zé Luís faz aniversário em Maio, enquanto na segunda é do signo de Câncer (21/Jun - 22/Jul); na primeira, é implícito que Titi faz aniversário em Abril, enquanto na segunda é do signo de Peixes (20/Fev - 20/Mar).
  3. Turma da Mônica (21 de janeiro de 2023). "Hoje é aniversário de um dos personagens mais antigos da Turma: Jeremias! Aquariano raiz, não abre mão da criatividade. E adora inventar uma boa história! PARABÉNS, JERÊ! 🎈✨" via Instagram. Visitado em 18 de fevereiro de 2023. Cópia arquivada em 18 de fevereiro de 2023.
  4. Cebolinha 3ª Série - Nº 7 - Segue o líder
  5. Graphic MSP Nº 18 (Jeremias - Pele), pág. 75, Editora Panini, 24/abril/2018. ISBN 8542610954
    Na página 80, Vô Graciano conta que levou a mãe de Jeremias ao planetário quando ela era pequena.
  6. TMJ V2 Nº 27 - A Melodia Perfeita, pág. 74, Fevereiro de 2019
    Dona Carol o trata por "Seu Matias", indicando que seja o pai de Alexandre.
  7. 7,0 7,1 Mônica Nº 5 (Ed. Globo)O Príncipe Que Veio da África, Pág. 66-72, Maio de 1987
  8. Bidu – Juntos (Outubro de 2016)
  9. Mônica - Nº 56 - O Julgamento do Bode Comilão
  10. Salvat - Miniaturas Turma da Mônica (15 de Agosto de 2017). "Olha só a evolução do nosso querido Jeremias." via Facebook. Visitado em 04 de Setembro de 2020.
  11. Chinen, Nobu (2013). A construção do preconceito na representação dos negros nos quadrinhos
  12. Maquiar ator branco com tinta preta é uma forma de racismo? Sim
  13. A imagem do negro nos quadrinhos e nas produções audiovisuais infantojuvenis
  14. MSP muda o visual do Pelezinho
  15. Artistas recriam personagens da Turma da Mônica em novo livro Portal G1. (05/08/2011)
  16. MSP + 50 – Mauricio de Sousa por mais 50 artistas
  17. Mauricio de Sousa vai produzir graphic novels
  18. "Jeremias - Pele": Graphic novel da Turma da Mônica vai falar de racismo
  19. 19,0 19,1 Jeremias – Pele: veja as primeiras imagens da nova Graphic MSP
  20. MSP revela novas graphic novels e anuncia animações e filmes
  21. Alessandro Giannini (31/03/2018). Jeremias, primeiro personagem negro da Turma da Mônica, finalmente ganha sua própria revista O Globo
  22. Novas Graphics MSP, filme e animações: a Turma da Mônica na CCXP 2017
  23. Predefinição:Citar periódico
  24. Turma da Mônica vai apresentar uma nova amiguinha
  25. Gonçalo Junior. O cabeleireiro do Cascão. Piauí
  26. Crítica: Jeremia - Pele
  27. Cebolinha Nº 105 (Ed. Globo)Cavaleiros do Horóscopo, Pág. 6 (quadrinho 1), Setembro de 1995
  28. Mônica Nº 175 (Ed. Globo)O Aniversário dos Signos (Parte II), Março de 2001
  29. Magali n° 62, Editora Globo, ano de 1991
  30. Jeremias-Pele
  31. A Turma da Mônica Em: O Estatuto da Criança e do Adolescente (Instituto Cultural Mauricio de Sousa), Pág. 8, 1993
  32. Cebolinha 3ª Série Nº 7 (Editora Panini) - Segue o líder
  33. Mônica Especial de Natal 8, novembro/2014
  34. Cascão Nº 42 (Ed. Globo)Coração Corintiano, Agosto de 1988
  35. Mônica Nº 83 (Ed. Globo)Torcida, Novembro de 1993
  36. Cebolinha 1ª Série Nº 94 (Ed. Panini)Para Quem é Feita uma Festa de Aniversário?, Pág. 16 (quadrinho 2), Outubro de 2014
  37. Turma da Mônica (7 de Agosto de 2017). "Encontre um mozão que te olhe do mesmo jeito que o Jerê olha para o escudo do Mengão!" via Facebook. Visitado em 20 de Agosto de 2020 (arquivo).
  38. Cascão Nº 179 (Ed. Globo)Por Fora da Decisão, Novembro de 1993
  39. Parque da Mônica Nº 16 (Ed. Globo)Final de Campeonato, Pág. 27 (quadrinho 6), Abril de 1994
  40. Cascão Nº 229 (Ed. Globo)Prosa Com um Verdadeiro Torcedor, Outubro de 1995
  41. Mônica Nº 117 (Ed. Globo)Torcendo, Setembro de 1996
  42. Cascão Nº 194 (Ed. Globo)Mágoa de Torcedor, Junho de 1994
  43. Mudanças nos traços do Pelezinho, Jeremias e Dona Morte (17 de dezembro de 2013), por Marcos
  44. Cebolinha Nº 102 (Ed. Globo)Você Sabia Que o Cebolinha Não Sabia Assobiar?, Junho de 1995
  45. Magali Nº 369 (Ed. Globo)Tira o Boné, Jeremias!, Fevereiro de 2004
  46. Mônica Nº 49 (Ed. Globo)Paixão ou Gozação?, Janeiro de 1991


Turma da Mônica (logo deitado)
Advertisement